Princípios do Reiki
Terapia Reiki

Os 5 princípios do Reiki

Os princípios do Reiki surgiram depois de Mikao Usui, seu criador, identificar que muitos pacientes que se curavam de determinados problemas de saúde através da energia do Reiki posteriormente voltavam a procurar o tratamento, mas desta vez com problemas diferentes. Então ele deduziu que para que a cura física destas pessoas fosse completa e efetiva era necessária também uma cura mental.

Então ele selecionou cinco pensamentos da cultura e da filosofia orientais, transformando-os nos cinco princípios do Reiki e ensinando-nos que se forem repetidos pela manhã, de noite e quantas vezes for possível durante o dia, promoveriam, juntamente com a energia do Reiki, a tão desejada saúde mental e o bem-estar físico que todos procuramos.

  • Só por hoje, não se irrite
  • Só por hoje, não se preocupe
  • Honre os mais velhos
  • Ganhe teu sustento honestamente
  • Respeite todos os seres vivos
Terapia Reiki

Benefícios do Reiki

A técnica do Reiki é segura, sem efeitos colaterais ou contra indicações, sendo compatível com qualquer tipo de terapia ou tratamento. Reiki pode ser aplicado como terapia de apoio em qualquer tipo de doença. Porém, o Reiki nunca poderá substituir o tratamento médico convencional. O Reiki é um possante complemento a terapias convencionais que ajuda a restabelecer a energia vital do paciente.

Utilizar as técnicas Reiki melhora significativamente a qualidade de vida e o bem-estar espiritual, não apenas das passoas que o recebem, mas também ajuda na melhora do desenvolvimento espiritual da pessoa que o aplica. Quanto mais uma pessoa aplicar Reiki nela própria ou nos outros, mais ela se sentirá energizada, ou seja, quanto mais Reiki melhor.

A prática do Reiki está inserida no contexto das práticas terapêuticas alternativas reconhceidadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O Reiki pode ser também aplicado em plantas ou animais.

Abaixo listamos alguns dos benefícios do Reiki:

  • Redução do estresse e ansiedade
  • Equilíbrio hormonal e diminuição dos sintomas de estresse
  • Redução das toxinas do organismo
  • Equilíbrio emocional
  • Aumento da criatividade
  • Aumento da calma, tranquilidade e serenidade
  • Aumento do autocontrole
  • Diminuição da impulsividade
  • Fortalecimento do sistema imune
  • Diminuição dos sintomas da depressão e da síndrome do pânico

 

Fonte: https://www.tuasaude.com/beneficios-do-reiki/

O que são Chakras?

Os sete Chakras principais

Há uma relação muito estreita entre Reiki e os Chakras. Na primeira iniciação de Reiki, por exemplo, é preciso que o mestre sintonize a energia do iniciado através da ativação de quatro Chakras, o coronário, o frontal, o laríngeo e o cardíaco.

Os Chakras são centros de energia do corpo humano, pelos quais flui a energia universal. Eles são ao mesmo tempo transmissores e transformadores de energia, uma vez que a sua função é cuidar do desempenho do nosso ser físico, mental, emocional e espiritual. Portanto, para um corpo manter-se saudável em todos os níveis, a energia dos chakras deve sempre estar em harmonia.

Segundo a tradição oriental, as doenças são o resultado de um desequilíbrio energético, ocasionadas por um acúmulo ou uma carência de energia em alguma parte do organismo. Tal desequilíbrio energético pode ser originado por problemas emocionais, mentais, ou mesmo espirituais e passa a manifestar-se com disfunções e distúrbios no corpo físico. Por isso a importância de agir sobre os Chakras. Ao harmonizá-los podemos reequilibrar os distúrbios físicos e as desarmonias energéticas.

Os sete principais Chakras ficam localizados ao longo da coluna vertebral do corpo humano e, segundo a Tradição Hindu, seguem as cores do arco-íris.

chakras-quanto_mais_reiki_melhor_marcelo_candido_madeira

  • 1° Chackra – Raíz ou Básico  (do sânscrito: Muladhara – Base de apoio)

  • 2° Chackra – Sacro (do sânscrito: “Svadhisthana” – Morada do prazer)

  • 3° Chakra – Plexo Solar (do sânscrito: “Manipura” – Cidade das jóias)

  •  4° Chakra – Cardíaco (do sânscrito: “Anahata” – Invicto)

  • 5° Chakra – Laríngeo (do sânscrito: “Vishudda” – O purificador)

  • 6° Chackra – Frontal (do sânscrito: “Anja” – Centro de comando)

  • 7° Chackra – Coronário (do sânscrito: “Sahasrara” – O lótus das mil pétalas)


Se você tem algum comentário ou pergunta sobre este ou qualquer outro tema, entre em contato conosco.

 

 

O que são Chakras?

Chakras secundários

Embora o título sugira uma função subordinada, os Chakras secundários são tão importantes quanto os Chakras principais. A única diferença é que eles não estão apenas alinhados ao longo da cabeça ou da coluna vertebral, mas também são encontrados em diferentes pontos do nosso corpo e da nossa Aura. Além disso, existem Chakras que agem cerca de 20 cemtímetros acima da cabeça e abaixo dos pés, nas camadas da aura externa, cerca de 20 centímetros abaixo do chão.

Há um número indeterminado de Chakras secundários no corpo humano. A literatura Hindu enumera cerca de 88 mil Chakras ao todo. Só nas palmas das mãos temos cerca de 35 em cada.

Os Chakras secundários dependem dos Chakras principais, o mesmo é dizer que se um Chacra principal estiver desequilibrado, os seus Chacras secundários correspondentes também estarão em desequilíbrio.

É importante ressaltar que tantos os Chakras principais como os Chakras secundários regulam o fluxo de energia responsável para manter o equilíbrio entre o espírito e o corpo físico de um indivíduo.

Portanto, para se manter saudável em todos os níveis, ou seja, no nível físico, mental, emocional e espiritual, todos os Chakras tem que estar bem harmonizados.

A seguir, alguns dos Chakras secundários mais importantes na terapia Reiki.


Os Chakras das Mãos

Os centros de energia das mãos estão conectados ao Chakra do coração. São pontos de entrada e saída de energia. Estão localizados principalmente nas extremidades do dedo e nas palmas das mãos.

Os Chakras dos Cotovelos

Os cotovelos têm a ver com a nossa capacidade de relacionamento e mobilidade. Estes centros de energia se bem harmonizados são capazes de impor limites e de nos defender. Está muito relacionado ao engajamento perante a vida.

Os Chakras dos Joelhos

Estes pequenos Chakras tem como função transformar ou regular a quantidade de energia que deve entrar no corpo. Ele lida com o aprendizado e os ensinamentos. Uma das suas características marcantes é a flexibilidade em lidar com grandes quantidades de energia.

Os Chakras dos Tornozelos

Os Chakras dos tornozelos ajudam a nos manter flexíveis e maleáveis durante as mudanças na vida.  Ele também atuam na capacidade de sermos versáteis nas formas de como ganhar o nosso sustento.

Os Chakras das Solas dos Pés

Estão relacionados ao aterramento, às questões terrenas, ao planeta Terra. Ele promove o apoio para que você possa se levantar e viver os seus propósitos na vida. É comum não darmos tanto valor ou atenção para nossos pés, mas são eles que nos dão o suporte que precisamos, que nos carregam e nos movimentam. Os Chakras dos pés promovem nossa estabilidade em geral.

 

O que são Chakras?

2° Chakra – Sacro (do sânscrito: “Svadhisthana” – Morada do prazer)

2° Chakra – Sacro (do sânscrito: “Svadhisthana” – Morada do prazer)

Palavra chave: Entusiamo pela vida

Localização: No umbigo

Cor:  Laranja

Nota Musical: 

Entoação do Mantra: VAM

Elemento: Água

Está conectado com: Tornozelos e pulsos

Correlação física: Órgãos reprodutivos (testículos e ovários), aparelho digestivo, rins, bexiga e ureta.

Funções: Vitalidade, entusiasmo pela vida, sexualidade, sensualidade, afeto, sentimentos, sensações, relacionamentos, intimidade, prazer, percepção sensorial, ânsia, respeito próprio.

Disfunções: (Caso o Chakra não esteja harmonizado)

No plano emocional: Falta de amor próprio e auto-aceitação, dificuldade em lidar com emoções, sem satisfação sexual (frigidez, impotência, ejaculação precoce).

No plano físico: Problemas na genitália, prótasta, órgãos reprodutivos, intestino delgado e grosso, bexiga e estômago.

 

O que são Chakras?

3° Chakra – Plexo Solar (do sânscrito: “Manipura” – Cidade das jóias)

 3° Chakra – Plexo Solar (do sânscrito: “Manipura” – Cidade das jóias)

Palavra chave: Poder pessoal

Localização: Na altura do estômago, 4 a 6 dedos acima do umbigo

Cor:  Amarela

Nota Musical: Mi

Entoação do Mantra: RAM

Elemento: Fogo

Está conectado com: Panturrilhas e antebraços

Correlação física: Estômago, fígado, glândula adrenal (rins), vesícula, pâncreas, baço, aparelho digestivo, meio das costas.

Funções: Poder pessoal, dominância, vontade, controle, auto determinação, força, tomar a vida nas próprias mãos, senso de orientação, medo, fraqueza, nervosismo.

Disfunções: (Caso o Chakra não esteja harmonizado)

No plano emocional: Sentimento de estar bloqueado, sentimento de culpa, vergonha, racionalização dos sentimentos, dependência nos relacionamentos.

No plano físico: Problemas no duodeno, sistema linfático, rins, artrose, anorexia, bulemia, úlceras estomacais.

O que são Chakras?

5° Chakra – Laríngeo (do sânscrito: “Vishudda” – O purificador)

 

5° Chakra – Laríngeo (do sânscrito: “Vishudda” – O purificador)

Palavra chave: Comunicação

Localização: Na região da garganta

Cor:  Azul claro

Nota Musical: Sol

Entoação do Mantra: HAM

Elemento: Éter

Está conectado com: Bacia e ombros

Correlação física: Garganta, voz, tiróide, parte superior dos pulmões e braços, sistema digestivo, pescoço, mandíbula, metabolismo.

Funções: Auto-expressão, comunicação, poder receber e aceitar amor e dedicação, criatividade, sentimento de responsabilidade, abundância.

Disfunções: (Caso o Chakra não esteja harmonizado)

No plano emocional: Teimosia, incapacidade de comprometer-se, frustação, medo de se expor, medo de desenvolver a individualidade.

No plano físico: Problemas de garganta, pescoço, ombros, tiróide, timo, pulmões, sistema imunitário, bronquios, sistema nervsos, boca, dentes, lngua, osso malar e coluna cervical.

Localização: Entre as sobrancelhas, um pouco acima do nível do olhos.

 

O que são Chakras?

6° Chakra – Frontal (do sânscrito: “Anja” – Centro de comando)

6° Chakra – Frontal (do sânscrito: “Anja” – Centro de comando)

Palavra chave: Intuição

 

Cor:  Azul índigo

Nota Musical: 

Entoação do Mantra: OM

Elemento: Nenhum

Está conectado com: A testa

Correlação física: Hipófise (glândula pituitária), tronco encefálico, cerebelo, hipotálamo, olhos, nariz, coluna, ouvidos.

Funções: Controle sobre o pensamento, olhar interior, visão, telepatia, inspiração, despertar espiritual, imaginação, instrospecção, personalidade integrada.

Disfunções: (Caso o Chakra não esteja harmonizado)

No plano emocional: Posturas racionais e preconceituosas, ilusões, alucinações, pensar mais do que sentir.

No plano físico: Insônia, flutuações hormonais, dores de cabeça, tontura, depressão, sistema nervoso, problemas nos ouvidos, olhos, coluna, sistema endócrino, partes esquerdas do cérebro e olho direito.

 

 

O que são Chakras?

7° Chakra – Coronário (do sânscrito: “Sahasrara” – O lótus das mil pétalas)

7° Chackra – Coronário (do sânscrito: “Sahasrara” – O lótus das mil pétalas)

Palavra chave: Eu Superior

Localização: No meio do crânio

Cor:  Violeta

Nota Musical: Si

Entoação do Mantra: AUM

Elemento: Nenhum

Está conectado com: Glândula pineal

Correlação física: Glândula pineal, cérebro, sistema nervoso

Funções: Consciência da unidade com o todo, auto-realização, consciência espiritual, intuição, sabedoria, conexão com o seu eu superior, amor abrangente, realização.

Disfunções: (Caso o Chakra não esteja harmonizado)

No plano emocional: Preso a questões materiais

No plano físico: Problemas cerebrais, problemas no sistema nervoso, tumores, acidente vascular cerebral, problemas de coluna, transtornos psicóticos, isolamento, perda da noção de realidade.

 

Dicas de Reiki

Cho Ku Rei, o primeiro símbolo do Reiki

Cho Ku Rei é um símbolo de poder, prosperidade e multiplicação.

Pode ser traduzido como: Deus está aqui. O poder infinito.

Cho Ku Rei é o símbolo mais abrangente do Reiki. Ele é como um interruptor de energia: uma vez ativado, a energia Reiki começa a correr pelo seu corpo e suas mãos.

Reiki

Como ativar o símbolo Cho Ku Rei.

Com o seu dedo indicador, traçe o símbolo nas palmas das mãos, obedecendo as a direção das linhas indicada no desenho acima (no sentido anti-horário) e toque a palma da mão por três vezes. A cada toque da palma da mão entoe o mantra : Cho Ku Rei.

Outro método para ativar o Cho Ku Rei é estender o braço e traçá-lo com a palma da mão bem lentamente, muito lentamente como se fosse fazer movimentos de Tai chi chuan. Visualize o símbolo na cor que você desejar e entoe o mantra “Cho Ku Rei” três vezes. O mais recomendado é visualizá-lo na cor violeta, embora o símbolos do Reiki vibrem em qualquer cor.

Para desativá-lo sopre ou bate as mãos, umas duas vezes. Caso não o faça, sentirá a energia correndo pelos seus chackas das mãos. Lavar as mãos também é indicado.

Como utilizar o Cho Ku Rei.

O Cho Ku Rei é um potencializador da energia Reiki. Pode-se usá-lo em qualquer circunstância, pois ele tem o poder de limpar imediatamente qualquer pessoa, local, objeto, pois age nos canais físicos, etéricos, emocionais e mentais, fazendo uma limpeza geral em todos os níveis. Sua cor é essencialmente violeta, porém pode ser imaginado em diversas cores.

Algumas dicas de onde aplicar o Cho Ku Rei:

1-     Cicatrização rápida de qualquer parte do corpo quando aplicado no local.

2-     Dissipa pensamentos negativos quando usado em meditação

3-     Quando desenhado nas mãos gera uma aumento da percepção energética

4-     Poder ser aplicado em copo de água para que seja magnetizada com energia Reiki

5-     Pode ser aplicado em alimentos para que remova energia negativas

6-     Elimina intenções negativas das pessoas, quando aplicado sobre elas mentalmente

7-     Transmutação de energias do ambiente quando aplicado nos cantos

 


Fonte: Os livros – Reiki. Das grosse Praxisbuch de Tanmaya Honervogt e Der Weg zum wahren Reiki-Meister de Andreas Dalberg.