O Corpo Energético

As glândulas endócrinas

As glândulas endócrinas são responsáveis pela produção de hormônios, ou seja, substâncias químicas que regulam várias funções do corpo humano. Conheça um pouco das funções de cada uma e o seu Chakra correspondente:

Glândula Pineal – ou epífise neural, é uma glândula de tamanho pequeno localizada na parte central do cérebro humano. Tem como função secretar a melatonina, hormônio responsável pela regulação dos ritmos do corpo (ciclos circadiano), relógio biológico e o sono. O seu Chakra correspondente é o 7° Chackra – Coronário (do sânscrito: “Sahasrara – O lótus das mil pétalas)

Hipófise – conhecida como glândula pituitária localiza-se abaixo do hipotálamo, na base do crânio. É dividida em duas partes: Hipófise Anterior e Hipófise Posterior. Os hormônios da Hipófise desempenham um papel fundamental no controle das funções metabólicas por todo o corpo. Como por exemplo, a multiplicação das células, o metabolismo da glicose, das proteínas e das gorduras. Controla ainda a excreção de água na urina e promove o desenvolvimento da glândula mamaria e a produção de leite. Além de tantas outra funções, o hipotálamo ainda controla o ciclo sono-vigília e o apetite. O Chakra correspondente é o 6° Chackra – Frontal (do sânscrito: “Anja” – Centro de comando).

Glândula Tireóide  sua principal função é a regulação do metabolismo corporal. Ela é localizada na parte anterior do pescoço. Tem função importante no crescimento e desenvolvimento influindo, inclusive, no ciclo menstrual e na fertilidade. O Chakra correspondente é o 5° Chakra – Laríngeo (do sânscrito: Vishudda – O purificador).

Timo –  palavra derivada do grego e significa “energia vital”. Localizado na parte superior do tórax é um grande centro responsável pelo sistema imunitário, em recém-nascidos e crianças é bem desenvolvido. O Chakra correspondente é o 4° Chakra – Cardíaco (do sânscrito: Anahata – Invicto)

Pâncreas – Glândula localizada do lado esquerdo do abdômen, entre a coluna vertebral e o estômago. O pâncreas desenvolve hormônios como: a insulina e o glucagon. O primeiro é incumbido de reduzir a concentração de açúcar no sangue. O Chakra correspondente é o 3° Chakra – Umbilical ou Plexo Solar (do sânscrito: Manipura – Cidade das jóias).

Gônadas – Age no sistema urinário e reprodutor: as gônadas são os testículos e os ovários, responsáveis  pelos hormonios masculinos e femininos envolvendo reprodução e ciclo da maturidade. O Chakra correspondente é o 2° Chackra – Sacro (do sânscrito: “Svadhisthana – Morada do prazer)

Glândulas suprarrenais –  situam-se acima dos rins e produzem a adrenalina, hormônio que prepara o corpo para a ação. Os efeitos da adrenalina no organismo são: Taquicardia: o coração dispara e impulsiona mais sangue para as pernas e braços, aumentando a capacidade de correr ou de se exaltar em situações tensas; Aumento da frequência respiratória e da taxa de glicose no sangue, liberando mais energia para as células; Contração dos vasos sanguíneos da pele, de modo que o organismo envia mais sangue para os músculos esqueléticos e, por isso, ficamos “pálidos de susto” e também “gelados de medo”. O Chakra correspondente é o 1° Chackra – Raíz ou Básico  (do sânscrito: Muladhara – Base de apoio).

glândulas_endócrinas_quanto_mais_reiki_melhor

O Corpo Energético, O que são Chakras?

Chakras & Nadis

A palavra Chakra vêm do sânscrito e quer dizer “roda”, “vórtice”. Desde a noite dos tempos, a tradição filosófico-religiosa indiana transmite oralmente os ensinamentos sobre os centros de energia do corpo humano. Aproximadamente, mil anos antes da era cristã os relatos foram definitivamente inseridos nos manuscritos Yoga-Upanishad, Yoga-Kundalini Upanishad e Chadyoga Upanishad.
O curioso é que similarmente encontramos relatos sobre os Chakras em outras culturas milenares, como o povo tibetano, os incas e os índios da América do Norte. Mas foi a partir da Índia que os Chakras se difundiram, influênciaram a medicina tradicional chinesa, e por fim chegaram ao Ocidente.

Estes poderosos centros de energia, chamados Chakras, são “alimentados” pelos Nadis, as canaletas por onde flui a energia universal. Portanto, os Nadis são os condutores responsáveis pelo deslocamento da energia sutil no corpo humano. Eles têm o papel de estabelecer o equilbrio energético dos Chakras, que por sua vez controlam as funções físicas vitais.

 

Clique AQUI para saber mais sobre os Nadis