Expansão da Consciência

Sobre a enfermidade

Este alerta está colocado na porta de um consultório:

A enfermidade é um conflito entre a personalidade e a alma.

O resfriado escorre quando o corpo não chora.

A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

O diabetes invade quando a solidão dói.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta quando o orgulho escraviza.

A pressão sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a “criança interna” tiraniza.

A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Os joelhos doem quando o orgulho não se dobra.

O câncer mata quando não se perdoa e/ou cansa de viver.

E as dores caladas? Como falam em nosso corpo?

A enfermidade não é má, ela avisa quando erramos a direção.

O caminho para a felicidade não é reto, existem curvas chamadas Equívocos, existem semáforos chamados Amigos, luzes de precaução chamadas Família, e ajudará muito ter no caminho uma peça de reposição chamada Decisão, um potente motor chamado Amor, um bom seguro chamado Determinação, abundante combustível chamado Paciência. Mas principalmente um maravilhoso Condutor chamado Inteligência.

(Autor Anônimo)

Expansão da Consciência, O Corpo Energético, Terapia Reiki

Espiritualidade & Medicina

Teria a espiritualidade alguma influência no tratamento das doenças?

Globo Reporter de 2012 dedicou uma matéria sobre a relação entre Espiritualidade & Medicina!

O resultado é a introdução do Reiki em alguns hospitais!

Assista ao video!



Quanto mais Reiki melhor!

Leia mais em “Como atua o Reiki?” no blog “Quanto Mais Reiki Melhor” num artigo de Marcelo Madeira

https://quantomaisreikimelhor.com/…/02/23/como-atua-o-reiki/

💕🙏💕🙏💕🙏💕🙏💕🙏💕🙏💕

Terapia Reiki

Nova colaboradora do Quanto mais Reiki melhor!

julia_quanto_mais_reiki_melhor
Saudações a todas e todos!
Me chamo Julia e sou terapeuta holística.
Gostaria de compartilhar um pouco sobre meu despertar espiritual e minha jornada rumo ao desenvolvimento pessoal.
Nasci no Brasil e hoje vivo na Suíça, curiosamente escrevo este breve relato no dia 01 de agosto, dia em que se celebra a festa nacional deste lindo país. País no qual consegui a tranquilidade que necessitava para dar continuidade ao meu trabalho de despertar espiritual.
Como foi meu despertar?
Ao passar dos dias comecei a sentir que não tinha mais alegria de viver. Hoje consigo entender de onde veio este sentimento: da falta de amor próprio.
Aliando psicólogo, remédios e muita leitura de autoajuda foi no Reiki que senti uma pequena sensação de conforto, e assim logo o remédio foi deixado de lado. Então começou meu despertar.

Hoje estudo muito tudo que possa me trazer respostas, ou melhor, tudo que possa me fazer formular mais e mais perguntas. No estudo de física quântica, no qual meu querido amigo, professor e companheiro de jornada, Marcelo, teve tremenda importância, encontrei algum acalanto e respostas certeiras para o que jasabia, a energia é o que nos move: tudo é energia.

Tive a imensa honra de participar de um treinamento de coaching quântico com o professor Wallace Liimma o que me permitiu realizar meu salto quântico: trabalhar com meu dom de terapeuta holística!
Realizei também o curso de Barras de Access, ferramenta poderosíssima para desbloquear traumas e crenças que nos impedem de fluir no nosso máximo.
Recentemente me graduei como mestra em Reiki, o que me possibilita dar aulas e compartilhar o conhecimento adquirido até então, tendo em vista que a felicidade só se torna real quando compartilhada, é meu dever transmitir esse conhecimento e o reconforto que encontrei no Reiki.
Este pequeno relato é para comunicar ao universo, e a você leitor que faz parte do meu universo, que estou pronta para auxiliar no seu despertar também.
Deixo meu contato e a alegria que hoje faz parte intrínseca do meu ser.
Namastê!
Julia Fankhauser Bergental
E-mail – juliafbergental@gmail.com
Telefone – Whatsapp +41 (0) 77 406 94 69
Expansão da Consciência

Dia Internacional do Reiki

A 15 de Agosto comemoramos o Dia Internacional do Reiki.

Esta data comemorativa do nascimento de Mikao Usui (15 de Agosto de 1865), criador do Usui Reiki Ryoho, tem como objectivo um tempo de encontro e partilha entre todos os praticantes de Reiki, independentemente do nível, escola ou sistema de aprendizagem.

É um dia de lembrança, de prática de Amor Incondicional, é um tempo de meditação e convívio, de alegria e sabedoria.

Todos estão convidados a esta partilha, incluindo não praticantes de Reiki.

Este é também um dia de agradecimento, pois sem a sabedoria do Mestre Usui, hoje não poderíamos praticar Reiki, algo que está disponível para todos.

Leia mais, saiba mais em – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE REIKI


dia-internacional-do-Reiki-quanto_mais_reiki_melhor

O Corpo Energético

Nadis, os condutores de energia

A palavra “Nadi” vem do sanscrito e significa canaleta, córrego ou fluxo. Os Nadis são como linhas de força que percorrem o corpo energético como se fossem milhares de filamentos espalhados em todas as direções. Esses filamentos são por onde circula no corpo humano a energia vital, conhecida pelos indianos como “Prana”. A literatura Hindu afirma que cada um de nós dispõe de aproximadamente 72 mil filamentos entrelaçados entre si e que se relacionam diretamente com os chakras, os centros de energia do corpo físico. Portanto, Nadis são condutores de energia.

Frequentemente, os Nadis são comparados aos sistemas de meridianos da medicina tradicional chinesa. Ambos os sistemas são condutores de energia e interagem com os centros de energia do corpo físico. Através do sistema de meridianos chineses desenvolveu-se terapias muito difundidas até os dias de hoje, como por exemplo, o Tui Na, o Do in e a Acumpuntura.

Os Nadis principais são três: Ida, Pingala e Sushumna. O Nadi que percorre o lado esquerdo é o Ida, o do lado direito é o Pingala. Ambos não correm em paralelo, e sim, entrelaçam-se em forma de serpente. No centro, ao longo da coluna vertebral corre o canal principal, o Sushumna que desemboca no chakra frontal. Dentro do canal principal, o Sushumna, correm ainda três outros nadis; o Vajna, o Chitrini, dentro do qual se encontra o Brahma nadi, responsável pela a energia Kundalini, a energia que transita entre os chakras.

Segundo Coquet em seu livro, “Les Chakras – L’anatomie occulte de l’homme”, cada Nadi tem uma natureza quíntupla e compreende cinco fibras de energia estreitamente ligadas entre si. É justamente através destas cinco fibras que correm os Cinco Pranas maiores, vitalizando assim todo o organismo humano. Não existe uma só parte do corpo que não seja irrigada pelos Nadis.


A seguir as cinco diferenciações do Prana, também denominadas Vayus ou Pranavauyus.

Prana: É denominado como sendo o “Sopro de vida”, a força vital, o básico da vida. Ela está no ar, flui por nossas narinas, preenche nossa cabeça, nosso coração, os pulmões e a garganta. O Prana está em tudo. Cada vez que inspiramos absorvemos Prana e, a cada expiração o distribruímos pelos vários órgãos do corpo sutil. O Prana pessoal é nossa porção cósmica, nossos cinco sentidos, nossa evolução espiritual.

Udana: Está situado entre a garganta e a parte superior do crânio, relaciona-se com o cérebro, os olhos e o nariz. Udana controla nossa expiração e nossa fala. Quando morremos, Udana carrega nossa consciência para o alto, fora do corpo.

Samana: Situa-se na área do umbigo e do intestino delgado. Samana digere, assimila e aquece o alimento e toda energia que adentra o nosso corpo. Ela faz o mesmo com as imprensões, os pensamentos e as ideias.

Apana: Situa-se no intestino grosso. Apana atua desde o plexo solar até a planta do pé e age sobre os orgãos de eliminação, de dejeção e de geração. Seu poder está fortemente unido aos orgãos geradores e eliminadores. Controla a atividade sexual, a menstruação, a urina e a excreção. Apana exerce um papel fundamental na abertura do Brahma Nadi e na elevação da Kundalini.

Vyana: Corresponde à soma total das energias prânicas tal como é repartida através de todo o corpo por intermédio de milhares de nadis. Situa-se por todo o corpo. É responsável pela circulação sanguínia, o sistema linfágico e o sistema nervoso. Tem o papel de transportar a energia atráves dos Nadis para toda a periferia do corpo sutil.